São Paulo, 25/06/2017        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 
O corpo e o físico.
Quando falamos dentro da linguagem da terapia temos de distinguir bem o que é corpo e que é físico. Para eu, falar de físico, significa se referir a parte mecânica, a fisiologia, a estrutura geral do corpo, na linguagem moderna poderíamos comparar ao hardware de um computador, este está sujeito as leis da física e nele mora nossas possibilidades e também nossas limitações.
Já ao nos referirmos ao corpo, entendo como algo muito mais significativo, o corpo é simbólico, ele se relaciona, ama, sofre, deseja e cria, não poderíamos comparara-lo a uma máquina, pois seria uma comparação pobre. O corpo é este físico atuando no mundo, criando interações sempre inéditas, conhecimentos novos, e buscando até recriar-se a si mesmo.


http://hankarralynda.blogspot.com.br/2009/08/ancorando-o-seu-corpo-de-luz.html

O trabalho com o físico sempre afeta o corpo, porém se dizemos que vamos trabalhar o corpo estamos falando de algo grandioso. Em terapia trabalhamos o corpo, tratamos do modo como aquele ser se dispõem no mundo, o que ele percebe e como reage, como está entendendo os acontecimentos em sua vida e quais possibilidades possui para se modificar, melhorar.
Não podemos separar as duas coisas, começamos a entender isto, dentro do atual paradigma, no ultimo século. O trabalho de Nuno Cobra é um ótimo exemplo, em seu livro “A semente da Vitória” ele demonstra seu método, em que ele entendeu como poderíamos a partir do físico, produzir efeitos no corpo, e como que ambos estão intimamente ligados, uma idéia revolucionaria até então.


http://www.auladeanatomia.com/generalidades/divisao.htm

Este é um debate terminológico que que busca diferenciar o que é a nossa estrutura física e o que é o nosso ser no mundo. Quando começamos a pensar nisto fica claro o porque, em todos os momentos da história, o homem chegou a ideia do transcendente, de algo que está além da matéria, o físico é algo ínfimo diante do que é o ser humano. Uma pergunta não me saiu da mente, na ultima vês em que fui a um velório, e vi aquele “físico” aparentemente preservado, sem nenhuma vida; O que anima este corpo?

http://www.youtube.com/watch?v=AvXPMTrYgMI

<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS