São Paulo, 24/09/2017        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 
AUDIÇÃO NOS ANIMAIS – por Martha Follain
Cães, Gatos e Cavalos.


Barulhos altos ou desagradáveis provocam estresse em animais. Os animais possuem a audição muito desenvolvida: a do cão é mais desenvolvida que a do homem. Os cães ouvem sons de alta frequência e baixo volume que, o ouvido humano não percebe. Através de suas orelhas são capazes de localizar com precisão a direção e origem do som em apenas seis centésimos de segundo. Ouvem um som a uma distância quatro vezes maior do que nós.Captam sons com frequência maior e menor que o ouvido humano.
Um gato, frequentemente, pode localizar um objeto pelo som de sua queda, mesmo fora do alcance de sua visão. Os gatos podem distinguir e diferenciar sons mais do que nós. Ouvem as frequências altas com mais intensidade que as baixas, o que tem grande utilidade na caça de animais pequenos. As orelhas são manobráveis, moldadas e sulcadas para concentrar o som.
Os gatos podem ouvir até duas oitavas acima dos humanos, e meia oitava além dos cães. Quando detectam um som, as orelhas do gato imediatamente se voltam para o ruído; as orelhas também podem girar independentemente uma da outra para precisar a fonte de ruído. As orelhas dos gatos são instrumentos de audição e de equilíbrio. Enquanto humanos possuem seis músculos auriculares, os gatos têm trinta, o que permite que movam as orelhas de forma independente. Isso facilita a identificação das fontes sonoras.
Os seres humanos e os gatos têm limites similares de audição em baixa frequência (com pequena vantagem para os humanos), mas os gatos têm muita vantagem na escala de alta frequência, onde superam até mesmo os cães. Os gatos podem precisar com margem de erro de 7.5 cm a localização de uma fonte sonora a um metro de distância.
Portanto, barulhos podem assustar os animais, provocando uma reação de medo. Com a continuidade à exposição ao barulho, o animal ficará estressado – estar estressado significa “estar sob pressão” ou “estar sob a ação de estímulo persistente .” Os sintomas do estresse a médio prazo podem ser : emagrecimento sem motivo aparente, irritação, mudança nos hábitos de higiene, diarreia, agressividade, apatia, vômito, coceira, perda de apetite, etc.
O estresse não é uma doença em si mas, pode ocasionar queda da proteção do sistema imunológico e levar a patologias. Nos cardíacos, filhotes, animais geriátricos, epilépticos, etc., a reação ao barulho pode provocar maiores danos, como convulsões, infartos, etc. Estresse é a alteração do organismo do animal, para adaptar-se a uma situação nova ou às mudanças, de um modo geral.





Orelhas para trás indicam raiva ou medo Orelhas para frente indicam interesse pelo que ocorre no ambiente Uma orelha para trás e outra para a frente indicam certa incerteza
Os cavalos têm os sentidos da visão, audição e olfato mais desenvolvidos do que o homem. A face longa característica do cavalo não é necessária apenas para conter seus grandes dentes: ela também abriga os sensíveis órgãos do olfato. Os olhos ficam mais para o alto do crânio, nos lados da cabeça, propiciando aos cavalos boa visão periférica, mesmo quando pastam. As orelhas são grandes, capazes de se movimentar e apontar em direção ao mais leve ruído. Por natureza, o cavalo vive em rebanhos e demonstra grande afetividade em relação aos outros membros do grupo, sendo esta lealdade facilmente transferida ao seu tutor. Uma vez desenvolvida a ligação afetiva , o cavalo se esforça muito para executar ordens, por mais difíceis que sejam. Por isso esses animais tem sido vítimas de abusos cruéis, mas também são muito amados, talvez mais que qualquer outro animal na história da humanidade. Apesar de sua forte associação com seres humanos, o cavalo ainda conserva seus instintos naturais de comportamento. Defendem seus espaço e amamentam os filhotes, e precisam sempre de companhia. Fonte: http://www.hipismobrasil.com.br/o_cavalo/sentidos_dos_equinos.asp
Os florais de Bach tratam o animal estressado, o estado de alma negativo – esse estado de alma negativo não é “combatido”, pois isso lhe conservaria a energia mas, é inundado por ondas de energias harmoniosas, de modo que “ se derrete qual neve à luz do sol “, como disse o Dr. Bach. O floral tem a mesma frequência de energia harmoniosa da qualidade correspondente da alma, sem deformação e em ritmo normal. O floral atua como um catalisador, restabelecendo o contato entre a alma e a personalidade, no ponto em que este se rompeu. Há várias essências que podem ser indicadas, mas vai depender da avaliação do desequilíbrio de cada animal.
Os animais também podem ser tratados (em relação ao barulho), com fitoterapia, cromoterapia, cristaloterapia, aromaterapia, etc.
Os anti depressivos só podem ser receitados pelo médico veterinário, que acompanhando o caso decidirá se serão necessários.

Portanto, os animais sofrem muito com os barulhos de fogos de artifício. Posteriormente, postarei o que se pode fazer, em relação ao foguetório de final de ano.
Os animais também podem ser tratados (em relação ao barulho), com fitoterapia, cromoterapia, cristaloterapia, aromaterapia, etc.
Os anti depressivos só podem ser receitados pelo médico veterinário, que acompanhando o caso decidirá se serão necessários.

E, é sempre bom lembrar:
- manter o animal dentro de casa – cavalos em suas baias – principalmente em datas de foguetório.

TEXTO REGISTRADO NA BIBLIOTECA NACIONAL – DIREITOS AUTORAIS. Publicação permitida, desde que, com todos os créditos.
Martha Follain: Formação em Direito, Neurolinguística, Hipnose e Regressão. Terapia Floral de Bach, Aromaterapia, Terapia Floral de Minas, Fitoterapia Brasileira, Cromoterapia, Cristaloterapia, Terapia Ortomolecular, Bioeletrografia, Terapia de Integração Craniossacral. Consultora da Phytoterápica.
CURSOS ON LINE via INTERNET criados e ministrados por Martha Follain Curso de Aromaterapia para Uso em Animais; Curso de Aromaterapia para Uso em Humanos; Curso de Florais de Bach para Uso em Animais; Curso de Florais de Bach para Uso em Humanos; Curso de Cromoterapia para Uso em Animais; Curso de Fitoterapia para Uso em Humanos; Curso de Introdução à Neurolinguística; Curso de Auto Hipnose.INFORMAÇÕES:www.floraisecia.com.br mfollain@terra.com.br


<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS