São Paulo, 25/06/2019        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 



A INJUSTIFICÁVEL MATANÇA DE ANIMAIS PARA SALVAR OUTROS – por Martha Follain
Recebi, ainda há pouco, um convite para um evento, para repassar – um almoço, para “ajudar” um protetor que tem 150 cães e 30 carneiros. Fiquei estarrecida, pelo fato de “frango assado” constar do cardápio. Obviamente, reclamei e disse que não repassaria para meu mailing, esse bisonho convite. Daí, o cardápio foi modificado para “maionese”, que, pelo que me consta, contém ovos.
Sei que é muito difícil alguém ser totalmente vegano, e fazemos um grande esforço para chegarmos lá, naquilo que temos como idealismo, que é defender os animais, e isso começa à mesa. Temos que aguentar churrascos, feijoadas, etc. E, quando o evento é para ajudar um protetor que ajuda animais, a comida continua a ser não vegana? Não interessa quem vai comparecer a um evento assim – carnívoros não morrerão se ficarem, uma refeição, sem proteína animal. Não podemos abrir mão disso. Penso que os organizadores podem até ser carnívoros, mas a comida deve ser, obrigatoriamente, vegana. Poxa, é tão fácil de fazer!! Homus, pasta de berinjela, chapati, tabule, conserva de abobrinha, etc. Não adianta baterem o pé. A comida deve ser vegana. É a minha opinião. Cadê a coerência? Temos que cobrar coerência desses “protetores”. Evento para defender animais, ajudar protetores, etc, deve ter comida vegana. Se não tiver, não repasso e não recomendo.
É de abismar a ignorância, falta de educação e pouco caso com animais ditos “comestíveis”. Muitos protetores são veganos. Maionese leva ovos. Se nós, protetores, não respeitarmos a própria comida que será servida, qualquer evento desses estará fadado ao insucesso. E, o organizador tem sim, que acompanhar todos o detalhes, inclusive o cardápio (será um “detalhe”?).
Enquanto existir essa laia de “protetor”, nosso movimento estará com fendas profundas. Que, pelo menos, sirvam comida vegana – até para apresentar pratos diferentes aos carnívoros.
O movimento para a defesa dos animais deve ser coeso, forte e coerente. Devemos refletir, com um pouco mais de ideologia. Alguns protetores chamam veganos de fanáticos, gerando revides. Não é porque alguém pensa em ajudar cães, gatos, etc, que vai servir, por exemplo, um churrasco.
Para protegerem o protetor de cães e carneiros, frangos e ovos pagam o pato?
"Sou extremista porque quem é moderado na proclamação da verdade, proclama somente a metade da verdade e deixa a outra metade velada por medo do que o mundo dirá." (Khalil Gibran)

Martha Follain: Formação em Direito, Neurolinguística, Hipnose e Regressão. Terapia Floral de Bach, Aromaterapia, Terapia Floral de Minas, Fitoterapia Brasileira, Cromoterapia, Cristaloterapia, Terapia Ortomolecular, Bioeletrografia, Terapia de Integração Craniossacral -. Consultora da Phytoterápica.
CURSOS ON LINE via INTERNET criados e ministrados por Martha Follain Curso de Aromaterapia para Uso em Animais; Curso de Aromaterapia para Uso em Humanos; Curso de Florais de Bach para Uso em Animais; Curso de Florais de Bach para Uso em Humanos; Curso de Cromoterapia para Uso em Animais; Curso de Fitoterapia para Uso em Humanos; Curso de Introdução à Neurolinguística; Curso de Auto Hipnose.INFORMAÇÕES:www.floraisecia.com.br mfollain@terra.com.br

<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS