São Paulo, 16/10/2017        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 
TIGRE
Extinção ou Uma Esperança?

Nome científico: “panthera tigris”;
Classe: mamífero;
Ordem: carnívora;
Família: felino;
Gênero: pantera;
Espécie: “panthera tigris”.

O tigre é o maior animal da família dos felinos. Tem o pelo laranja e preto, uma força enorme e consegue abater animais maiores que ele. As listras são diferentes, de animal para animal, e caracterizam o indivíduo como as digitais humanas – e são excelente camuflagem, desorientando presas em relação à luz e sombra. Na Natureza o tigre pode viver cerca de vinte anos. O macho, em média, mede 2,50 m de comprimento, 90 cm de altura e pesa cerca de 200 kg. A fêmea é um pouco menor e mais leve. É um mamífero solitário, e gosta de caçar sozinho - necessita comer uma grande quantidade de carne por dia, cerca de trinta quilos. Por necessitar dessa quantidade de carne, é muito territorialista, demarcando seu território com urina (as fêmeas também demarcam). Os tigres são ótimos nadadores e já houve casos de tigres nadarem mais de 5 km.
O território do macho é quatro vezes maior que o da fêmea, apesar de ser ela que alimenta os filhotes, pois depois do período de cio, macho e fêmea se separam. A fêmea tem de dois a três filhotes a cada três anos, e fica com eles por dois anos. O tempo de gestação é de cem a cento e oito dias.
De sua alimentação fazem parte cervos, búfalos e outros bovinos, macacos e javalis. Faz emboscadas, esperando em locais onde sabe que suas presas passarão, só atacando quando está a menos de 20 m. O tigre mata sua presa mordendo a parte traseira do pescoço ou garganta. Depois de saciado esconde a carcaça com folhas, para retomar sua refeição mais tarde.

Entre felinos, o tigre é responsável por mais mortes humanas. Seu rugido é um infrassom, capaz de paralisar suas vítimas. Sobreviventes de ataques de tigre afirmam ter ficado imóveis no momento. “Elizabeth Von Muggenthaler cientista de bioacústica é a primeira cientista a investigar o fenômeno. O trabalho que realiza em um zoológico na Carolina do Sul lhe permitiu estudar a fundo a linguagem dos tigres. O infrassom está abaixo do espectro audível do ser humano, e que segundo a cientista, tem um efeito fisiológico direto sobre o corpo humano.” O infrassom pode causar reações nos olhos, dores de cabeça, mal estar e sensações de ansiedade e de medo. Os tigres não só emitem infrassom, mas o ouvem e sentem (entre animais, a baleia azul, o elefante e outros também emitem infrassom). A pesquisa confirmou que a frequência dominante pelo menos em algumas chamadas do tigre é na escala de baixa frequência de 200 hertz a 300 hertz. Mas, eles ouvem frequências de até um hertz. Os humanos conseguem ouvir apenas vinte vezes isso. Na França, em Paris, há a pesquisa do cientista Edward Walsh.
Baseado no estudo do infrassom emitido pelo tigre, foi criado um equipamento, utilizado pelo exército dos EUA no Iraque e usado por equipes da SWAT, que emite sons muito altos e direcionais, como holofotes. Isto é, o operador não é afetado pelo efeito da “arma” sônica. O Dispositivo Acústico de Longo Alcance (DALA) é utilizado para evacuar locais através do grande desconforto e dor que causa com sons direcionados de até 120 decibéis. Ele pode também neutralizar atiradores inimigos de maneira não letal.

O tigre vivia em todo o território asiático, porém, atualmente está restrito a algumas áreas na Índia, Sibéria e Indonésia. Existem hoje, no mundo, em torno de seis mil tigres vivendo em liberdade; 60% estão em território indiano, divididos em vinte e uma reservas. Esse animal está condenado à extinção, caso não sejam tomadas medidas severas contra a caça, além do tráfico de animais vivos. O mercado consumidor são os colecionadores privados, laboratórios de pesquisa, lojas de animais, zoológicos, circos e curandeiros da Ásia (os curandeiros chineses acreditam que o pó de seus ossos curaria reumatismo, pílulas feitas dos olhos acabariam com as convulsões, e o pênis curaria disfunções eréteis – falácias. Doenças que podem e devem ser tratadas por métodos eficientes). É o terceiro maior negócio em contrabando depois de drogas e armas. Tigres podem estar extintos em apenas doze anos, adverte a organização WWF, que faz campanha para dobrar o número de animais até 2022. A população caiu 97% no século passado, para três mil e duzentos indivíduos.


Até hoje, pensava-se que a Índia era o lugar onde a batalha pela sobrevivência dos tigres iria ser ganha ou perdida. Porém, é no Butão que a guerra poderá ser ganha:
Cientistas descobrem tigres a 4000 metros de altitude nos Himalaias - em 20 de setembro de 2011
“É uma das descobertas mais inesperadas dos últimos tempos. Cientistas a serviço da BBC filmaram uma comunidade de tigres que vive nos Himalaias, ou seja, a altitudes muito superiores a outras comunidades e, aparentemente, sem qualquer problema quanto à reprodução da espécie. Há algum tempo que moradores da zona relatavam casos de avistamento de tigres naquela área em altitudes superiores aos quatro mil metros. Para comprovar, os cientistas colocaram diversas câmeras de vídeo no local. Três meses depois, o operador de câmara Gordon Buchanan recolheu-as e eles ficaram surpreendidos com o que viram. Estas imagens são as primeiras provas da existência de tigre nas remotas montanhas do Butão e da capacidade destes animais em sobreviver a altitudes tão elevadas. A equipe da BBC mostrou as imagens ao primeiro ministro do Butão, que prometeu desenvolver esforços para proteger aquela população de tigres, juntamente com os países vizinhos. Caso seja criada uma reserva natural, estes tigres poderão contactar populações de outras zonas da Ásia, evitando, assim, a sua extinção. Na Ásia, restam apenas três mil exemplares em estado selvagem.”
http://www.jn.pt/blogs/osbichos/archive/tags/tigres/default.aspx

Esperamos que, o primeiro ministro e o rei do Butão, honrem suas palavras de protegerem os tigres em seu país. Ainda há uma esperança para esses belos animais.

TEXTO REGISTRADO NA BIBLIOTECA NACIONAL – DIREITOS AUTORAIS
Martha Follain: Formação em Direito, Neurolinguística, Hipnose e Regressão. Terapia Floral de Bach, Aromaterapia, Terapia Floral de Minas, Fitoterapia Brasileira, Cromoterapia, Cristaloterapia, Terapia Ortomolecular, Bioeletrografia, Terapia de Integração Craniossacral - para animais humanos e animais não humanos. Consultora da “Phytoterápica”.

CURSOS À DISTÂNCIA – via INTERNET – criados e ministrados por Martha Follain: Curso de Aromaterapia para Uso em Animais; Curso de Aromaterapia para Uso em Humanos; Curso de Florais de Bach para Uso em Animais; Curso de Florais de Bach para Uso em Humanos; Curso de Cromoterapia para Uso em Animais; Curso de Fitoterapia para Uso em Humanos; Curso de Fitoterapia para Uso em Animais; Curso de Cristaloterapia para Uso em Humanos.
INFORMAÇÕES:
www.floraisecia.com.br
mfollain@terra.com.br

Pesquisa:
Discovery Channel – Especial “Arma Felina” (“Tiger’s Attack”);
http://www.webciencia.com/14_tigre.htm
http://bicharada.net/animais/animais.php?aid=153
http://news.bbc.co.uk/2/hi/special_report/1998/asian_economic_crises/72222.stm
http://www.boasnoticias.pt/noticias_BBC-descobre-e-filma-tigres-nos-Himalaias-_3507.html
http://www.jn.pt/blogs/osbichos/archive/tags/tigres/default.aspx
http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2011/05/conheca-butao-que-e-considerado-o-pais-da-felicidade.html

<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS