São Paulo, 16/10/2017        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 

Autor: Lolita Sala

oi minha amiga, voce diz "para realmente mudar de atitude, teria que mudar muitas outras coisas: produtos industrializados em geral utilizam todas as formas de opressão contra os animais (além de contra o solo!)" (e contra os trabalhadores)
E aí? Que fazer? Só se eu ocupasse uma terrinha... comunidades auto-suficientes.
tem duas coisas:
1) não é porque nao conseguimos fazer tudo, que devemos fazer nada.
2) Dá sim pra viver sem ovos e leite na cidade, conheço muita gente que vive assim e muito bem, saúde excelente décadas e décadas.
O esforço na verdade nem é realmente um esforço, trata-se de abrir mao de um luxo absurdo do qual mal nos damos conta nas cidades, que é comer o que quiser cada vez que quiser a qualquer hora do dia ou da noite sem precisar qualquer previsao ou planejamento. Bateu uma fome, sempre tem alguma coisa aberta, onde vc entra e compra/come qualquer coisa, com opções para varias faixas de preços, Em sao paulo entao este luxo vai ao extremo absoluto, de uma forma que só se encontra em no maximo umas 6 ou 7 cidades do mundo. Mesmo um ovolacto, sempre acha uma empadinha, um prato de legumos gratinados, uma churrascaria com bufê de saladas, um queijo quente, um biscoito piraque em tudo quanto é lugar...
O "enorme sacrifício" que eu tive que fazer pra me adaptar e durou umas duas semanas no maximo, se restringe a aprender a prever o que ou onde eu vou comer nas proximas 24 horas. SÓ ISSO.
parar de simplesmente sair de manhã, sem qualquer responsabilidade e resolver depois se como na rua, se volto pra casa, onde vou comer e a que horas... isso resulta em comer mal ou pouco para quem sabe que nao deve comer elementos corporais em geral.
se voce faz questao de IMPROVISAR saiba que os animais estão pagando com escravidao e morte.
As soluções sao: preparar coisas com uma certa antecedencia. Entao, por exemplo, em vez de comer pao com manteiga, e queijos, como
pao com tomate ralado (passo no ralador de queijo e coloco sal oregano e azeite - é um arraso), eu reveso esse café da manhã com
pao com abacate (uma fatia bem fina, no lugar da manteiga, puro, ou com sal, tempere como bem entender, é delicia), costumo deixar na geladeira sempre ou um
patê de grao de bico (temperado com shoyu, alho e limão fica maravilhoso), ou
patê de mandioca com chimichurri(é uma mistura de ervas q vem pronta ou vc inventa o tempero)
patê de mandioca com salsao (experimente passar no liquidificador com folhas e talos de salsao (voce pode cultivar salsao num vasinho na janela que seja - eu plantei um toco de salsao comprado na feira e estou comendo faz varios meses, tiro folhas aos poucos, sem matar o pé)
Além de todas as geléias doces, castanhas e cereais do mundo.
E ja me acostumei a cozinhar mandioca e grao de bico junto com outras coisas, Por exemplo se eu vou fazer milho cozido, eu ja jogo grao de bico na agua, se eu vou cozinhar um macarrao, posso colocar uma mandioca na mesma agua, (e eu guardo essas aguas de cozimento pra fazer molhos ou o pao - eu tenho uma maquina e recomendo enfaticamente pra todo mundo - pesquisem a quantidade de produtos quimicos indesejaveis que tem no pao da padaria - e ela se paga em uns 6 meses)... De maneira que quando eu faço uma comida, aproveito pra ja engatilhar soluções para os momentos seguintes
Pra mim o segredo é ter em casa os ingredientes, variedade de legumes, de verduras bem como de alimentos que sao base (feijao, preto, roxo, branco, ervilha seca, favas, lentilha etc) e de
coringas - por exemplo, palmito, (eu sei que muitas marcas sao caras, mas nao é mais caro que a carne ou o queijo ou o requeijao, e a gente nao come tudo de uma vez, usa isso pra dar um toque nas comidas, um sanduíche fica sempre bem mais legal se tiver azeitona, por exemplo... coisas assim, pepino em conserva. Um aspargo de vez em quando tambem nao vai te levar à falencia, se vc economizar fazendo seu pao em casa. Alcaparras, shitakes, coisas luxuosas tambem sao (como diz o fito paez) "cosas que te ayudan a vivir". E todas estas coisas caras, na zona cerealista, é infinitamente mais em conta. Esqueça aquele supermercado que manda dinheiro pra paraisos fiscais. O ideal é se organizar com mais gente, se revezar, comprar a granel, trocar o manjericao do seu canteiro pelo coentro do canteiro do vizinho, etc. SUSTENTABILIDADE É POR DEFINICAO UMA DECISAO INDIVIDUAL PARA UMA MUDANCA NECESSARIAMENTE COLETIVA
RESUMINDO:
NAO EXISTE VEGANO 100% mas isto nao é motivo pra ser um @#$@#$¨$& 100%, comedor de tudo o que aparece.
E NAO É PRECISO MORAR NUMA ECOVILA pra parar de ingerir elementos corporais.
É PRECISO APENAS SER INDEPENDENTE se administrar e se responsabilizar pela suas opções e pelo seu corpo. Quem depende de os outros ficarem preparando sua comida, paga um preço altíssimo, o preço é a vida e a liberdade dos seres mais indefesos. E dentro da lei da causa e efeito, está sujeito a pagar por isto, enquanto nao formos capazes de nos alçar à lei do Amor.
COMECE - cada vez que voce deixar de consumir um produto que causou dor, tá valendo, nao ligue se alguém disser que voce nao vai ganhar a carteirinha do clube dos perfeitinhos, ninguem merece esta carteirinha, nao nesse planeta manicomio. Eu garanto pra voce, que a cada refeição responsável que voce conseguir fazer, vai se tornar mais fácil, e rapidamente voce vai conseguir concordar com as pessoas que dizem como eu (embora no começo eu tenha discordado enfaticamente disso, antes de experimentar de verdade) É FACIL
QUANDO VOCE SABE QUAL A COISA CERTA A FAZER, ELA NAO É DIFICIL.
DIFICIL É NAO FAZER

Lolita Sala - economista http://abolicaodosjuros.blogspot.com/



<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS