São Paulo, 16/10/2017        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 

Fitoterapia, muito útil aos animais – por Martha Follain.
Fitoterapia é o tratamento dos desequilíbrios e alterações orgânicas, por meio de plantas secas ou partes vegetais recém colhidas e seus extratos naturais. É o conjunto de técnicas de utilização de vegetais no tratamento dos transtornos e na recuperação da saúde. Inclui numerosas escolas, das mais simples, às científicas. Como método terapêutico, a Fitoterapia faz parte da Medicina Natural, e está presente na tradição das medicinas popular e indígena. Em sua forma mais científica, abrange os princípios e técnicas da Botânica e da Farmacologia. Pode-se considerar a Fitoterapia como um dos três sistemas terapêuticos estando entre a Alopatia, que possui preparos tradicionais industrializados, e a Homeopatia, que utiliza produtos elaborados de plantas medicinais, animais e minerais. A Fitoterapia, apresenta três sistemas clássicos de tratamento: Medicina Tradicional Chinesa, Medicina Ayurvédica e Fitoterapia Européia. O principal objetivo desses sistemas é estimular os processos metabólicos que ajudam a manter o estado de equilíbrio denominado “saúde”. Em cada sistema, as plantas são classificadas de maneiras distintas.
A OMS tem incentivado o uso das terapias naturais, em especial para aqueles mais carentes e que não têm acesso aos remédios farmacêuticos.
No momento em que o primeiro ser humano surgiu no planeta, as plantas já existiam há mais de quatrocentos milhões de anos. Através de achados arqueológicos, os primeiros vegetais apareceram durante a Era Paleozóica, no Período Siluriano.
Animais sempre utilizaram plantas, beneficiando-se dos efeitos das mesmas. A Fitoterapia não só esteve sempre presente na vida do homem, mas muito antes, na vida dos animais.
E, o homem, provavelmente, começou a aprender a tratar-se, observando os animais.

Uso de plantas terapêuticas:
- pode-se usar folhas verdes ou secas;
- não guardar em recipientes de plástico, pois retêm o odor de tudo que foi guardado neles;
- depois de estocada, não deixe que a planta receba poeira nem sol (o frasco deve ser de vidro âmbar);
- as sementes só devem ser usadas se estiverem bem secas, pois o óleo que apresentam, pode ficar rançoso, alterando sua composição;
- folhas verdes pesam o dobro das secas;
- vegetais secos requerem mais tempo de infusão;
- plantas que apresentam aroma não devem sofrer aquecimento prolongado, pois perdem o princípio ativo;
- o processo de ação medicamentosa dos vegetais pode ser mais demorado do que o dos medicamentos sintéticos;
- não deixe chás de um dia para o outro, pois podem fermentar;
- chás não devem ser adoçados com açúcar;
- use plantas comuns – não acredite em vegetais que “curam tudo”;
- sempre procure um médico,um fitoterapeuta, etc. – o profissional que conheça bem a ação das plantas.

Algumas dicas
- para tratar feridas: para desinfectar, limpar, use chá de guaçatonga, como compressa. Para cicatrizar, utilize uma folha de couve, amassada, colocada em cima da ferida;
- conjuntivite: chá de arruda – deixe esfriar e lave várias vezes os olhos do animal por dia;
- sarna: chá de arruda, em banhos de 2 em 2 dias;
- cálculos renais: os conhecidos chás de barba de milho e quebra pedras;
- dores reumáticas e/ou musculares: 100g de flores secas de “Arnica montana” - 7 colheres (sopa) de azeite de oliva - Misturar os 2 ingredientes. Colocar numa vasilha tampada e levar ao fogo em banho-maria, por 3 horas. Depois disso, coar e espremer bem o resíduo para retirar todo o extrato. Recomenda-se usar o óleo ainda morno.
- contra micoses: 1/2 litro de álcool de cereais e 5 dentes de alho – amassar os dentes de alho e colocar dentro do vidro – deixar ficar por 1 semana – pingar 2 gotas na lesão, 2 vezes ao dia, até sumir.
- caspinha e queda de pelo: chá de alecrim.
- gengivite: escovar os dentes do animal com raspas de juá.
- vermes: sementes de abóbora.
Se você se interessa por fitoterapia para usar em seus animais, animais de abrigo, etc, informe-se sobre o CURSO DE FITOTERAPIA PARA ORIENTAÇÃO PARA USO EM ANIMAIS, que terá início em 30 de setembro de 2010.
O curso é à distância, através da internet.

Informações: mfollain@terra.com.br

Martha Follain – Formação em Direito, Neurolingüística, Hipnose, Regressão.
Terapia Floral de Bach, Aromaterapia, Fitoterapia Brasileira, Terapia Ortomolecular, Terapia Floral de Minas, Terapia de Integração Craniossacral, Bioeletrografia, Cromoterapia, Cristaloterapia, Psicoterapia Holística.
CRT 21524
CRTH 0243









<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS