São Paulo, 25/06/2017        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 
Na imaginação dos que não têm noção, ou pouco conhecimento sobre genética molecular, mutantes são seres xtraordinários que têm superpoderes, super-heróis ou supervilões. Na verdade, são indivíduos que apresentam uma alteração no seu código genético, cuja modificação pode promover o aparecimento de mudanças que nem sempre podem ser perceptíveis, mas estão inseridas dentro dos fatores evolutivos, apoiados pela teoria sintética da evolução. A alteração ocorre na seqüência de pares de bases nitrogenadas do DNA que, geralmente, conduz à doenças, na sua maioria graves, porém algumas são mantidas e contínuas quando tendem a ser positivas.
Para outros, no entanto, este processo evolucionário caminha, e, supostamente, as transformações na espécie humana, são decorrentes do aumento de espirais no DNA. Todos o têm com dupla espiral, mas há especulações que novas hélices estão sendo formadas, com mudanças grandiosas do ponto de vista físico-emocional.
A evidência, segundo especialistas, se concentra nas crianças que já apresentam características diferentes de outras, levando muitos a pensarem que são meio angélicas ou super-humanas, só que ainda não, porque há necessidade de tempo para completar o processo de ajustes cósmicos.
Esta metamorfose, tipificada como centelha espiritual, ou consciência cósmica, também altera a constituição fisiológica dos adultos, acelerando o surgimento de diversos sintomas físicos e psíquicos refletidos por muito medo, insegurança, ansiedade, angústia, depressão, pânico, tensão e nível alto de estresse. A pessoa sente que algo está acontecendo, porém não tem a mínima consciência do quê, e os exames clínicos não apontam anormalidades.
Especula-se ainda, que todos os seres vivos estão envolvidos neste cortejo etéreo, se tornando cristalinos. Assim, os peixes do mar, as flores, as árvores, os pássaros e até mesmo os animais de estimação, como o cão e o gato. Porém, esta mudança exige do ser ambicioso, arrogante e egoísta, a desconexão de certos conceitos e o desligamento dos velhos valores de posse.
Acredite se quiser, se você ainda vive no princípio das incertezas, saiba que para a ciência, nem sempre, nem nunca e situa-se entre os achados e perdidos nesta imensidão teórica de especulações. Ela é objetiva até certo ponto, sendo por isso que o físico nuclear indiano AMIT GOSWAMI, importante cientista da atualidade, busca uma ponte entre a ciência e a espiritualidade.
Pensando bem, se existe uma belíssima hierarquia no universo, dentro de um aglomerado de galáxias com suas estrelas e respectivos planetas, não se duvida de que certos “carpinteiros” do cosmo, bem mais evoluídos, dentro das possibilidades quânticas, estejam envolvidos neste processo de padronização e da busca de igualdade de nossa espécie com outros povos mais inteligentes, independente de raça, de cor e de credo. Muito melhor, inclusive, do que a intervenção humana, que pretende fazer da manipulação genética reprodutiva, seres diferenciados por escolha, de forma mercantilista, roubando a conformação genética de um indivíduo que seria fruto do acaso.
Pode até ser doutrinário e de dogmas sou apartidário, mas na verdade, o planeta necessita, urgentemente, passar por um saneamento básico de grandes vibrações e transmutações, como um despertar pela lufada de novos ventos, para que todos aprendam a se interiorizar e viver feliz, num mundo sem guerras, sem doenças, sem violência, sem vaidades e miséria; que se entendam pela emanação de uma grande onda de amor holístico, já que o verdadeiro respeito ou reverência à vida, só será permitido quando se conseguir amar a todos os seres vivos, a natureza, enfim.

* este artigo pode ser publicado em revistas, jornais, newsletters e outros meios de comunicação, desde que a biografia do autor permaneça intacta e a fonte do artigo seja citada. Fonte do Artigo: www.floraisecia.com.br

**********************************************************

JOÃO O. SALVADOR é biólogo
salvador@cena.usp.br

<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS