São Paulo, 23/11/2017        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 
Livros, filmes e eventos científicos reforçam a idéia de que o futuro da nossa civilização está em jogo. O aquecimento global é uma realidade, uma ameaça, que obrigará a humanidade a mudar, radicalmente, seus hábitos e os padrões de desenvolvimento.
O conluio de alerta, afinal, sugere o empenho, a ousadia, para que cada um exerça, com responsabilidade, a defesa do ambiente para evitar o colapso global, baseando-se, principalmente, no que ocorreu, no último milênio, com a extinção de algumas sociedades como a dos anasazis, incas e maias, que tinham alto grau de cultura e de organização, mas não prosperaram.
Os grandes fenômenos ambientais, comprovados pelos mais modernos e irrefutáveis métodos de averiguação e de comparações entre épocas, mostram que a natureza luta na última instância para provar sua inocência, e argumenta que mata em legítima defesa.
Fome, seca, miséria, doenças, furacões, enchentes, derretimento de geleiras, aumento do nível do mar, discórdias, trocas de valores morais, são mudanças previstas no fórum universal das profecias bíblicas, que indicam o final dos tempos. Mesmo assim, uma parte dos inquilinos terrestre, apenas observa pela fresta da janela, enquanto a outra, descaradamente, sai pelas portas dos fundos.
O crescimento antropogênico vai continuar, mas se a inexorável supremacia humana também seguir com sua marca de maior predadora e destrutiva de ecossistemas, ignorando os reflexos deletérios causados pelos seus desarranjos no manejo da água, solo e ar, não vai prosperar.
É lastimável que com todo o aparato inventivo, o homem viva, ainda, sob o medo, insegurança, depressão, angústia, ansiedade, ofuscando seu grande objetivo que é o de conquistar a felicidade. Tudo isso ocorre porque boa parte das descobertas, que promete trazer esperança para muitos, fica atrelada à egolatria, ganância, da ânsia dos lucros e do poder de poucos, aumentando a desigualdade social.
Creio que a crise ecológica, que gera tanto estardalhaço, até pode significar o final dos tempos, mas não o prenúncio do apocalipse pregado pelas filosofias religiosas ou dogmas obscurantistas; nem, tampouco, pelo soar do alarme dos fundamentalistas científicos e de arrivistas patéticos ou ecologeiros. É um contra-senso, inclusive, imaginar que tantas descobertas, inclusive, com a mensagem holística, visando garantir melhor qualidade de vida e maior longevidade à espécie humana, sejam revertidas para a destruição global.
É provável que a vida, formosa e bela, passará por uma reestruturação com a extinção de certos grupos de imbecis, imperialistas, cedendo espaço para a construção de uma sociedade global moderna ética, mais bem adaptada, consciente, conciliadora, que saberá administrar seus recursos sem comprometer o futuro, que não abrirá mão de explorar, produzir e consumir com responsabilidade, de acordo com o interesse de todos, através de modelos, técnicas e estratégias eficazes. Talvez este mundo mítico de Terra prometida, do verdadeiro paraíso, seja aqui mesmo.
E nós, como ficamos nesta história? Ah, claro, também seremos vitoriosos incontestes, principalmente pelos exemplos fornecidos à futura geração, para que ela não cometa os erros pelos nossos deslizes ingênuos de boa-fé. Que não repita os nossos atos improcedentes, inconseqüentes e contraproducentes.
********************************************************** João Salvador - biólogo do CENA (Centro de energia nuclear na agricultura - USP);
colunista do site Greepet - www.greepet.vet.br ;
colunista do site Santa Ignorância ! - www.santaignorancia.rg.com.br ;
colunista do site ABC Animal - www.abcanimal.org.br ;
colunista do site Petfeliz - www.petfeliz.com.br ;
colaborador do "Jornal de Piracicaba", "Gazeta de Piracicaba" e "Tribuna Piracicabana".
colunista do site Florais e Cia - www.floraisecia.com.br
e-mail: salvador@cena.usp.br
Publicação autorizada, desde que os CRÉDITOS SEJAM CONSERVADOS E
FONTE CITADA: site “Florais e Cia” – www.floraisecia.com.br

<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS