São Paulo, 19/07/2019        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 
Os animais não são somente movidos por instintos, mas por capacidades intelectuais que lhes permitem socialização entre os homens e entre eles, em apoio mútuo para diversas atividades como caça, proteção do grupo, ensinamento dos filhotes, cuidados uns com os outros...
Muito já se fez para comprovar que a inteligência nos animais existe e pode ser inclusive aprimorada, ensinada, assim como com os humanos, que se não tem sua capacidade intelectual desenvolvida não consegue realizar diversas tarefas.Animais têm memória e conseguem resolver problemas complexos se estimulados, ou mesmo em seu habitat natural, quando assim for necessário. Também conseguem identificar sinais visuais ou auditivos, com a capacidade de discernir se é algo bom ou ruim, se devem esperar por algo agradável ou se devem se proteger.
Os seres humanos consideram que, como sendo racionais, estão em um patamar isolado e superior perante os outros animais e a natureza. Por isso, temos a atitude de menosprezar os outros seres vivos. Isso é uma atitude egocêntrica do homem de pensar que somos o centro do Universo. Porém ser racional, distinguir certo e errado e ter determinados valores morais são apenas parte do que pode ser chamado de inteligência.
Se o conceito de inteligência dita que é “a capacidade de se adaptar a situações novas mediante o consciente emprego de meios ideativos”, ou ainda “Inteligência diz respeito à adaptação a novas condições ambientais pela variação da conduta”, com certeza podemos afirmar que os animais possuem inteligência, comprovado inclusive por diversas pesquisas científicas, nem sempre apropriadas...Cada animal tem uma característica especial e todos são capazes de aprender, assim como o cachorro, o chimpanzé, a orca, o golfinho, o gato, o papagaio, o cavalo...
Como comparar nossa inteligência à dos animais? O fato de nosso volume cerebral ser maior ou nossa capacidade e velocidade para resolver problemas também ser maior, além de termos tido oportunidades do meio em que nos desenvolvemos para evoluir não nos torna superiores. Os animais são adaptados a seus mundos e desenvolveram os meios para viver nesses mundos. Quando são estabelecidas comparações de inteligência entre o homem e eles, são consideradas as capacidades deles em se adaptar ao nosso meio ou resolver os nossos problemas. Mas será que o homem já levantou a possibilidade de conseguir resolver os problemas que os animais enfrentam em seu meio? Que tal sobreviver a uma região árida, solitariamente, sem o conforto moderno, sem comida a disposição? Uma vida como de uma leoa, por exemplo. Gostaria de ver um Reality Show neste sentido, e ver no final quem iria sobreviver, utilizando sua inteligência...Acho inviável estabelecer uma relação de comparação entre as inteligências humana e animal.
Não podemos esquecer que um animal nunca reage com violência se não estiver se sentindo ameaçado, ou atrás de alimento. Animais não matam por matar, por prazer. Já o homem comete vários crimes, contra sua própria espécie e contra os animais, incluíndo aí a capacidade de acreditar que pode subjugá-los e comê-los. Ser racional é isso? Onde se encaixa mesmo o termo “moral” na racionalidade humana?
Quanto as emoções, acredito que os animais são emoção pura, que acima de seus instintos e de sua inteligência estão ali aflorados o medo, a amizade, o amor, inclusive maternal, a raiva, a fidelidade, etc.
Animais domésticos choram quando sentem a falta de seu dono ou pulam de alegria quando o vêem. São sentimentos muito puros, porque se por um lado não são racionais, têm a vantagem de não calcular ou dissimular estes sentimentos, como o homem o faz. Esta diferença lhe faz menor ou inferior? Não acredito, pois a capacidade manipulativa ou mentirosa do homem em nenhum momento lhe faz um ser maior ou melhor, pelo contrário...
Os animais sentem praticamente as mesmas coisas que um homem (racional). Afeto pelos filhotes ou por seus donos, sentem dor, sabem quando não são queridos, etc. Muitas vezes têm que se habituar a situações novas, como novo habitat ou novo lar, sem nem saber por que estão lá, e muitos podem sofrer e ter problemas de depressão, tristeza, tal qual os seres humanos.
Mas para que servem os sentimentos? A maioria dos cientistas acha estranha a questão. Os sentimentos simplesmente existem. Eles se justificam por si mesmos. As emoções dão significado e profundidade à vida. Elas não precisam servir a nenhum outro propósito para poder existir. Por outro lado, muitos biólogos evolucionistas, ao contrário dos behavioristas de animais, reconhecem a existência de algumas emoções, primariamente por causa de sua função na sobrevivência da espécie. Tanto para os animais quanto para os seres humanos, o medo produz a motivação de evitar o perigo, o amor é necessário para o cuidado dos filhotes, e a raiva os prepara para defender seu território. Os zoólogos também relatam casos de adoção, onde as fêmeas costumam tomar conta de algum filhote abandonado, seria só instinto? O homem também é movido por instinto, mas infelizmente os casos de adoção entre nós são muito pequenos...
Até mesmo Charles Darwin, que trouxe ao mundo sua arrojada teoria da evolução das espécies pela seleção natural, publicou em seu último livro ('A expressão das emoções no homem e nos animais'), de 1877, descrições fascinantes e curiosos desenhos e fotografias, onde demonstrava que também os animais têm emoções - raiva, medo, ciúme, alegria -, manifestadas por meio de expressões.
Mas são desnecessários estes estudos para todos aqueles que podem ter a dádiva de conviver com animais, sejam domésticos ou não. Podemos vivenciar realmente e nos surpreender a cada dia com as reações e as emoções que eles sentem e nos transmitem, seja no olhar, na comunicação, nos gestos de amor e gratidão.

*************************************
Thiane Nunes
Publicitária e escritora.
Protetora dos Direitos dos Animais. Voluntária pela Causa Animal
e-mail: thiane_nunes@yahoo.com.br
Publicação autorizada, desde que os CRÉDITOS SEJAM CONSERVADOS E
FONTE CITADA: site “Florais e Cia” – www.floraisecia.com.br

<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS