São Paulo, 24/05/2017        
PÁGINA INICIAL
Florais de Bach para animais
 
ARTIGOS     
 
"A conquista da nossa liberdade, da nossa individualidade e independência irá requerer, em muitos casos, uma grande dose de coragem e fé." Dr. Edward Bach.

Os siameses são originários do antigo Sião, atual Tailândia. No antigo Sião eles ficavam cuidadosamente protegidos no palácio real de Bangkok. Foram levados para a Inglaterra em 1884 e daí para outras partes do mundo. A raça tem sido apurada na Grã-Bretanha desde o final do século XIX.
Atualmente, é um gato magro, de orelhas grandes, cabeça triangular, larga na altura dos olhos e menor na direção do queixo, tendo sido modelado, pelos criadores, a partir de um gato robusto e forte. A pelagem é curta, macia e fina e, necessita de escovação diária.
O corpo é longilíneo, de porte médio, com musculatura forte. Tem movimentos elegantes. A elegância e a graça dos movimentos, conquistaram para o siamês o título de "Príncipe dos Gatos" (por Fernand Méry - escritor françês - século XX).
Tem olhos oblíquos, de cor azul safira. A cauda do gato siamês, gera algumas controvérsias - alguns afirmam que a cauda curta é sinal de pureza asiática e, outros dizem tratar-se de degeneração ou defeito. Porém, a descrição oficial de entidades de criadores dos EUA é : "longa, fina, em forma de fuso, pontiaguda na extremidade." Segundo uma lenda, a curva das caudas do siamês é atribuída à s princesas do Sião que, as enfeitavam com os próprios anéis. Assim, para evitar que caíssem, desenvolveu - se a curvatura da cauda.
O siamês é conhecido por seu ar imponente e temperamento imprevisível. De reações intempestivas, pode mudar de humor de uma hora para outra.
Pode ser criado em apartamento e, aceita coleira como um cão. Sua dedicação ao dono é comovente e, é ciumento. É vivaz, fiel, corajoso e destemido.
Possui um miado característico, estridente, nem sempre agradável e, vocaliza muito, com seu dono.
O siamês demonstra uma dependência quase total do seu proprietário. Geralmente, concede seu afeto a um só membro da família.

Florais de Bach para animais:
As essências florais de Bach são um método simples e natural de tratar através do uso de certas flores silvestres. As essências que, tratam as desordens da personalidade do animal e não da condição física individual, foram descobertas pelo Dr. Edward Bach, médico inglês, por volta dos anos 30.
Depois de praticar durante muitos anos uma medicina convencional e, também, numa linha homeopática, o Dr. Bach foi levado a perceber que o que caracterizava as desordens físicas das pessoas , não era tanto as muitas categorias de doenças mas, as condições mentais que as geravam. Com os animais também é assim.
Alguns anos depois ele estava apto a reconhecer essas condições mentais e descobriu uma essência floral para cada caso. Essas essências foram descobertas nas flores silvestres e nas árvores do campo.
As essências de Bach não usam o material físico da planta mas, a energia essencial que se encontra dentro da flor. Essa energia é extraída das flores pelos métodos solar e fervura e, para os animais, acondicionada só em água mineral - para humanos água e conhaque de uvas. A substância sutil assim extraída é usada para tratar a causa da doença num nível também sutil. As essências de Bach tratam a causa mental e emocional da doença. Os remédios florais são energia. Eles tratam o doente e não a doença. As essências são vibracionais.

Princípios básicos das essências florais de Bach:
- elas tratam o animal e não a doença
- é um sistema simples, natural e efetivo
- podem ser usadas junto com qualquer outro tratamento (o sistema de Bach é complementar e não alternativo)
- a efetividade pode ser observada em indivíduos inconscientes, em estado de coma, crianças, animais e plantas.
- Não substituem a medicina veterinária ortodoxa

Essências florais indicadas para tratar o temperamento do gato siamês (consulte o terapeuta floral):
- Cerato:
Para tratar sua dependência em relação ao dono
- Scleranthus:
Para tratar suas mudanças súbitas de humor
- Chicory:
Para tratar os ciúmes
- Heather :
Para ajudar a reduzir o excesso de vocalizações.


************************************************************

Martha Follain
bacharel em Direito;
formação em Programação Neurolingüística - Master Practitioner;
formação em Hipnose ;
formação em Terapia de Regressão;
formação em Reiki;
formação em Terapia Floral de Bach - Instituto Bach - especialização em animais e humanos.
colunista dos sites:
www.greepet.vet.br
www.eupersamiau.com.br
www.abcanimal.org.br
www.petfeliz.com.br
www.ciadogatopersa.com.br
www.jornal3milenio.com.br
upar.indaiatuba.info
colunista e responsável pelo site Santa Ignorância ! - www.santaignorancia.rg.com.br
colunista e responsável pelo site Florais e Cia - www.floraisecia.com.br
CRT 21524
Grupo de Defesa Animal - Santa Paciência:
http://br.groups.yahoo.com/group/santapaciencia
TEXTO REGISTRADO NA BIBLIOTECA NACIONAL - DIREITOS AUTORAIS
A Publicação é autorizada, CONSERVANDO TODOS OS CRÉDITOS E
CITANDO A FONTE: site “Florais e Cia” – www.floraisecia.com.br









<<Voltar para página Anterior

 

 

Topo^   

COLUNAS